Conheça o salário dos professores nas redes estaduais do Brasil: O de Goiás é apenas o 17º

Levantamento feito pelo Sindicato dos Trabalhadores do Estado de Goiás (Sintego) com dados da folha de pagamento de junho mostram que o Estado é um dos que pior pagam os professores da rede estadual de ensino. No ranking que inclui os 26 Estados mais o Distrito Federal, Goiás aparece apenas na 17ª posição. Atrás de Estados considerados economicamente mais pobres, como Piauí, Acre, Amapá e Sergipe.

Se o governo estadual respeitasse a lei federal 11.738/08 – que determina um piso de R$ 1.312,85, Goiás estaria entre os seis Estados que melhor remuneram seus professores. Infelizmente, o executivo estadual tem adotado uma política que deixa nosso salário na lanterna da tabela, onde aparecemos como o 11º pior vencimento.

Hoje, o salário do professor na rede estadual é de R$ 920,72 para uma carga horária de 40 horas semanais. Ou seja, está abaixo do piso salarial.

Considerando que Goiás costuma aparecer entre os 10 primeiros nos rankings econômicos, fato que o governo estadual gosta de divulgar, colocando dinheiro público em anúncios milionários na mídia, é emblemático o fato de no ranking do salário do professor, o Estado aparecer em 17º. Deixa claro para a sociedade como o governo estadual trata a Educação.

Pois é sabido que não há ensino público de qualidade sem que o profissional seja devidamente valorizado e respeitado. Um salário digno é dever de uma administração que se quer comprometida com a formação de nossas crianças e adolescentes.

O ranking dos salários nas redes estaduais* ATENÇÃO: (Edição postada em 8 de Julho de 2010) os valores saláriais não estão atualizados, procurem outra fonte de informação) Hoje 24/04/2011

Estado – Magistério – Jornada de trabalho
Rondônia – R$ 1.339,36 – 20 horas
Amazonas** – R$ 902 – 20 horas
Distrito Federal – R$ 1.467,87 – 40 horas
São Paulo*** – R$ 1.368,75 – 40 horas
Espírito Santo – R$ 843,46 – 25 horas
Bahia – R$ 1.221,12 – 40 horas
Rio de Janeiro**** – R$ 1,168.20 – 40 horas
Paraná – R$ 516,56 – 20 horas
Pará – R$ 513 – 100 horas*****
Sergipe – R$ 1.024.67 – 40 horas
Rio Grande do Norte – R$ 768 – 30 horas
Amapá – R$ 1.023 – 40 horas
Paraíba – R$ 758,42 – 30 horas
Alagoas – R$ 473****** – 20 horas
Acre – R$ 707 – 30 horas
Piauí – R$ 930,00 – 40 horas
Goiás – R$ 920,72 – 40 horas
Mato Grosso – R$ 688,54 – 30 horas
Maranhão – R$ 427,79 – 20 horas
Mato Grosso do Sul – R$ 856.38 – 40 horas
Ceará – R$ 816,92 – 40 horas
Tocantins – R$ 720 – 40 horas
Rio Grande do Sul – R$ 336,19 – 20 horas
Roraima – R$ 640,24 – 40 horas
Minas Gerais – R$ 369,26 – 24 horas
Pernambuco – R$ 593,76 – 40 horas
Santa Catarina – R$ 584,46 – 40 horas
* O ranking foi montado com base na proporcionalidade dos salários em relação à jornada de trabalho.
** na rede não existe professor do magistério)
*** Em São Paulo, a carreira é dividida em Professor de Educação Básica I (PEB I) (com licenciatura plena que atuam em componente curricular diverso de sua habilitação, bacharelado, licenciatura curta ou docentes não portadores de curso superior) e Professor de Educação Básica II (com curso superior, licenciatura de graduação plena, com habilitação específica em área própria ou formação superior em área correspondente).
**** não é filiada da CNTE
***** 100 horas mensais
****** existe complemento para atingir o salário mínimo

Os dados foram apresentados pela SINTEGO

Equipe Fenatracoop

Compartilhe nossas Matérias
Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Conheça o salário dos professores nas redes estaduais do Brasil: O de Goiás é apenas o 17º

42 Comentários

  1. Sandra Silva disse:

    Oi pessoal, tudo bem?
    Sou professora, atuando na educação de Rondônia e atualmente o salário de um professora 40h é: R$ 1.600,00
    incluindo gratificações e vale transporte.
    O salário de 20h é a metade deste.
    Acredito que alguém (por engano) passou a informação acima, que não condiz com a nossa realidade(em Rondônia)Portanto, podemos ver que a “Educação, a maioria dos governo, não é prioridade.”
    Quem sabe, agora , nas novas administrações as coisas mudem “um pouco”?

  2. Dy disse:

    ASHFDUJSAIFDJASIOEH’ que bom que os professores desmentiram esses salarios, senão eu desistiria de ser professora! :D

    pretendo me formar em Quimica :D

  3. Esta reportagem foi postada em 2010, deveria ter buscado dados atuais, falharam muito nesse sentido, pois acredito que é de interesse de todos os professores conhecer a realidade de outros estados para comparar com o seu.
    Aqui no Maranhão o salário base é 709,43, mais GAM: 922,00 total 1631,69 bruto, para jornanda de 20 horas semanais.fizemos greve agora em 2011 para cumprir a lei do piso e planos de carreira, mas ainda não tivemos sucesso.

  4. sou professora aposentada tenho 3 filhos mais naõ dexei nem um ser prosessor pois o valor de professor é o lixo.

  5. Marta disse:

    Infelismente para quem deseja ser professor, uma triste noticia, desista.
    Sou atuante desde 93, e ainda estou serva do Estado por falta de coragem de chutar o balde, o salário é uma vergonha, precisamos de uma jornada de trabalho dobrada para ganhar o minimo. E…não demora muito para ganharmos o salário minimo, pois não temos reajuste há + de 5 anos. Uma vergonha a Educação. Fica registrada a minha eterna indignação.

  6. Maria disse:

    “Com o reajuste, o vencimento básico do magistério no RS para 20h passará de R$ 395,54 para R$ 434,46 em maio; R$ 460,87 em novembro, e R$ 488,52 em fevereiro de 2013. Para 40h, os valores ficam em R$ 868,92, R$ 921,74 e R$ 977,04, respectivamente. Além de Motta e do secretário do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social do RS (CDES), Marcelo Danéris, as secretárias Mari Perusso e Maria Eulália vão participar da entrega do projeto na presidência da Assembleia.”
    ( trecho da notícia publicada no site da SEC RS dia 07/02/12).

  7. O que mais me indigna é ver os comerciais na TV falando sobre valorização do magistério! O que tem acontecido aqui no RJ, é que cada vez mais se exige de professor, como se não bastasse lecionar, temos que lançar notas na internet, pra isso temos que gastar com internet pois recebemos um modem 3G que não funciona… e mais, tentam nos iludir prometendo gratificações se fizermos tudo direitinho, de acordo com o que “eles” pedem.
    … è isso aí…. PT e PMDB nos governando.

  8. Adamar Inacio disse:

    Sou professor pós-graduado em Geografia em Minas Gerais há quase 10 anos. Meu salário bruto R$ 1.336,00 por 24 horas semanais. Todas as minhas gratificações foram incorporadas de de forma mágica. E o governo ainda diz que paga até 52% além do Piso Nacional do Magistério. Durma-se com um barulho desses.

  9. Olá, colegas de luta!!! Sou professora P5 na rede pública estadual do ES: nossa jornada hoje – 25 horas semanais – é distribuída em 18 h / sala de aula + 8 planejamento. Salário mensal bruto: 1.950,00.

  10. Corrigindo: 7 horas de planejamento, não 8.

  11. Aqui no RS o CPERGS, Centro dos Professores do Estado do Rio Grande do Sul era o nosso representante e a “reivindicação histórica” era 2,5 salários mínimos, de Salário Básico para 20h semanais. Agora eles chamam de piso, creio que é para pisar mesmo. Digo que era nosso representante, porque agora eles são comitê de campanha de partidos de esquerda, PT, PCdoB, etc., virou só pelegagem. Se tivermos que depender de partido político cada um que entra tira a escada e nos deixa pendurados no pincel. O Secretário de Educação atual foi da diretoria naqueles tempos, só que o discurso dele está muito diferente. O CPERGS fez de tudo para desestabilizar o governo anterior e praticamente elegeu esse que está aí e foi ele quem inventou o tal de piso nacional quando era Ministro da Educação agora, entrou na justiça p/não pagar. A Reivindicação Histórica foi completamente esquecida. É uma grande ginástica para se automotivar a cada dia!!

  12. Olá…

    Cada um dia um valor diferente sobre o sálario do professor,afinal quanto realmente ganha um professor da rede pública que trabalha 20 horas..

    Isso no Rio Grande do Sul….?

    Aguardo uma resposta

  13. Amanda disse:

    Acho isso uma pouca vergonha …
    um professor deveria ganhar bem mais , Pois sem eles não iriamos garantir nosso futuro..
    alem de ganhar uma micharia ainda tem alunos mal educados que não os respeitam..
    Acho que ao invés de o governo gastar dinheiro com besteiras deveriam pagar melhor os professores que nos ajudam tanto a garantir nosso futuro (=

  14. anonimo disse:

    Iai Galera…essa informação não é verdadeira um professor no Piaui recebe 1.710 40h e no Maranhão 2.250 40h sinto muito mas isso está errado…desculpa ai qualquer coisa
    Ps: NÃO TOU AQUI PRA DEFENDER NEM UM POLITICO SÓ TOU SENDO VERDADEIRO!!!

  15. silvio disse:

    Olá pessoal,
    Sinto dizer aos colegas professores que acham que ganham bem, que o nosso salário é muito ruim.
    Sou de São Paulo e aqui está dificil de arrumar professores para atuarem na rede de ensino, muitos preferem olhar carro na rua, que dar aula para um monte de alunos empinhocados dentro de uma sala de aula.
    Salário baixo é sinonimo de professor desmotivado e doente…
    Não seja professor pelo amor de Deus…
    Você com certeza vai se arrepender

  16. João victor disse:

    As greves no ceará são constantes devido aos baixos salarios, tudo isso q colocam aq é uma máscara o q ñ condiz com a verdade…

  17. A lei do piso no seu artigo segundo paragrafo primeiro fala O piso salarial profissional nacional é o valor abaixo do qual a União , os Estados, o Distrito Federal e os Municipios não poderão fixar o vencimento inicial das carreiras do magistério público da educação básica para a jornada de,no maximo 40 (quarenta) horas semanais. Creio que não importa carga horaria que a União, os Estados ,o Distrito Federal e os Municipíos cumpram, não podem exeder a 40 horas Semanais é o que entendi sera que estou errado? se tiver por favor me corrijam, outro detalhe que não entendo se trabalhamos o total do cargo como horas aula ou horas relogio. por exemplo em Minas temos 18 horas aula +4 horas aula extra classe +2 horas aula de reunião, mas aqui cobram as horas extra classe e as de reunião em horas relogio. porfavor me ajudem a entender

  18. SOU PROFESSORA APOSENTADA POR TEMPO DE SERVIÇO.

    O PROBLEMA DO PROFESSOR(A) É QUE EMBORA ELE(A) TENHA CONHECIMENTO. ELE AINDA CONTINUA A ACREDITAR NOS SINDICATOS DA CATEGORIA. QUE SÓ SE MOBILIZA EM ÉPOCA DE ELEIÇÕES.

    PARA QUE OS REPRESENTANTES DOS SINDICATOS POSSAM CANDIDATAR-SE E USAR A LUTA COMO FORMA DE SE PROMOVER .

    OUTRO ERRO É A SEPARAÇÃO ENTRE PROFESSOR ESTADUAL E MUNICIPAL.

    VOCÊ PROFESSOR(A) QUE VOTOU NO PROFESSOR GEAN PARA DEPUTADO FEDERAL ACHANDO QUE ELE IRIA LUTAR PELA CATEGOIRIA SE DEU MAL .

  19. José Roberto disse:

    Sandra Silva de Rondônia, a tabela se refere ao Piso, sem ” penduricalhos “.

  20. Rosy disse:

    Quanto ganha um professor da rede estadual de ensino de Goiás, em 2013?
    Obrigada.

  21. chifrulinda disse:

    os professore sao legais menos a adelaide

  22. bem sou professora e resumindo tudo o salario e a valorização do professor esta uma vergonha….. nem é bom ficar falando sobre isso do jeito que esta indo hoje é só saber ler e escrever ja esta dando aula….. então pra que tanto estudo com cursos …… pra nada….. isso vai até quando.. quando nós professores nos mexer de vdd pode ser que mude, enquanto isso não acontece fica assim uma por……

  23. Hellen disse:

    Olá pessoal … já trabalhei com professora municipal na Bahia e meu salario era de R$ 1,600 mais benefícios. Ou seja se um professor do municipal ganha esse valor imaginem os professores estaduais e todos os que eu conheço moram em casas muito confortáveis. tem carrões do ano então essa fonte tem que ser melhor averiguada .

  24. Amin disse:

    Olá pessoal, só estrangeiro ou seja africano, mouro no Brasil a 8 anos, pretemdo cursar inglês, para se tornar um professor no futuro , mas pelo que vêjo, as coisas estão muito fraco para estes heróis, digo heróis porque para se tornar qualquer profíssional de carrera e preciso passar pela mãos dos professores. Então vc quem de direito por far favor, aprenda respeitar estes profíssionais, afinal vc mesmo passou pelas mãos de estes gurerros.

  25. Ana Barreto disse:

    Realmente, hj ser professor, não é carreira, é calvário! Olha que falo de uma região com os melhores índices na educação (Sul), embora aqui as escolas estão caindo aos pedaços, depredadas e sujas também. O salário não compensa anos de estudos e aperfeiçoamentos, qualquer trabalhador de nível médio, ganha igual ou melhor que os professores. A palavra chave é FRUSTRAÇÃO! Abrçs

  26. Paula disse:

    O salário do ES é de 1.500, para 25h, apenas com graduação.

  27. Vanessa disse:

    Boa tarde,

    Primeiramente gostaria de dizer o quanto estou frustada com os comentários desta página. Sou profissional da área de Recursos Humanos e sei a importância da valorização do funcionário para que o retorno seja cada vez maior e melhor.
    Durante anos presenciei imensas discussões a respeito do trabalho dos profissionais desta área, pois possuo primas e tias exercendo a mesma. Até mesmo, formei-me em magistério em 2000, porém diante da realidade que me aguardava acabei mudando de área.
    No entanto, a vontade de fazer a diferença na vida de uma pessoa, torná-lo cidadão do mundo esta falando mais alto e preciso saber se realmente vale a pena investir.
    Alguém possui informações precisas da tabela salarial de docentes no estado RS e município de Porto Alegre?
    Abraços;

  28. é falta de vontade e de vergonha, nos gestores, pois quando fala em aumento para parlamentar ou para judiciário, aparece dinheiro, é mentira? sendo assim, o pais, que deixa a educação para último plano, só anda para trás, é verdade.

  29. Carlos disse:

    Sou professor no DF a 3 anos, sou pós graduado e leciono no Ensino Especial. Nossa situação aqui é melhor, a remuneração bruta com todas as gratificações, na minha etapa, é de 6.100 para 40h, mas se compararmos com as outras carreiras que exigem nível superior é uma das menores.

  30. karen disse:

    a informação de Goiás está errada, recebemos para concursados R$ 2300,00 por 28 aulas dadas em sala, o que corresponde a 40 hs semanais por conta da hora atividade

  31. eduardo reis disse:

    existe neste paisinho 3 profissoes que sao as mais fudidas , professor , medico e policia , o medico estudo por mais de 10 anos , se cometer um erros ta fudido
    a nossa imprensa ( é inprensa mesmo ) imparcial achocalha o infeliz, o professor coitado tem de dar instrucao , fazer a vezes da mae ( a mae do aluno trabalha) e a professora tem que aguentar desaforo de aluno, porrada, ofensas e ficar quieta senao a nossa imprensa … ja viu né, e finalmente o coitado do policial que tem que aguentar: OFENSAS, CUSPARADA, TAPA NA CARA , EMPURRAO, PEDRADA,PAULADA e quando o infeliz reage a isso alguns imbecis dizem : a policia é truculenta , covarde… mas me digam como impedir manisfestante de fazer arruaca e quebra de patrimodio publico???? com bandeira branca ? com dialogo em meio a gritaria ?olha tenho quase 60 anos e acho que na ditadura eu tinha ordem, saude,seguranca e estudo e agora na nossa PTMOCRACIA temos o que ???? pessoas julgadas culpadas pela mais alta corte do pais e……. fora pt, globo,povo piegas,corruptos,hipocritas.

  32. Se qualquer jovem neste país ainda tem algum interesse em ser professor, desista. Sou professor a 20 anos, ganho um salário miserável e nós, professores, somos tratados como lixo por governantes, alunos, pais de alunos e imprensa. Lamentável pois, obviamente, um sistema educacional falido impedirá qualquer progresso econômico ou social neste país. Só para constar, estou preste a abandonar esta profissão por total desilusão com a mesma.

  33. estou cursando pedagogia mas sei que sei que esta profissão não e fácil e aconselho que ,aqueles que não tem certeza desista o quanto antes. ensinar e trasmintir conhecimento tem sentido diferente porque ensinar e dor e trasmintir conhecimento e outra, o problema maior da nossa educação e fato de ter muita gente sem dor nemhum ;fustrados em sala de aula .sabemos que o professor deveria ganhar muito bem;mais tem muitos que mesmo não ganhado fazem do mesmo jeito.disso coloco em questão se essa pessoas

    que não estão satisfeitas e relizadas não escolheram o profissão errado

  34. O que não se fala e fato de que muitas pessoas entram na educação apenas por ser fácil e por não conseguir fazer outra coisa e acabam na maioria das vezes fustrados por não conseguir um resultado esperado. sabemos que a teoria e muito diferente da nossa realidade .

  35. Vou fazer inscrição para o vestibular de geografia, pois sempre gostei e estudei ate agora e não tenho intenção de desistir o que os e as professoras acham ?

  36. Cida Correia disse:

    Fábio, cada ação compele uma reação; lembre-se apenas que para o magistério é necessário muito amor ao ser humano, amor ágape mesmo. Não pense que o salário, gratificação ou qualquer tipo de remuneração vai aliviar seu cansaço diário; na prática você só poderá ser feliz se lecionar por amor a um ideal maior, a própria humanidade (cada ser em formação), e isso não tem preço nem pode ser medido. Pense! Você é capaz! Deus te ilumine!

  37. Nos últimos dias decidi que quero lecionar Gografia por ser a profissão com desenvolvimento mais próximo da minha realidade. Tenho 22 anos, musicista desde quando pequena, profissão também difícil – cheguei a dar aulas de teclado – e adoro compor – trabalhar com as palavras e constantemente aprender mais da vida, ajudar pessoas e nada melhor do que uma sala de aula pra conseguir de fato passar alguma mensagem além da grade de temas em pauta. Os comentários assustam, mas quem deseja apenas uma boa remuneração, antes de tudo, terá que pesar na balança pra saber o que realmente vale apena; será que é por amor ou será que está escolhendo a tal profissão por não ter alcançado algum objetivo/sonho no passado e então pela frustração escolheu o que poderia ser mais “fácil”?
    De repente algo mude e seja acrescentado um pouco mais na esmola que o governo chama de salário, mas esse acréscimo com certeza será mínimo, então os professores que aguardam apreensivos ou jovens que tem a vontade d exercer essa profissão linda continuemos lutando de alguma forma para mudarmos essa realidade mas façam o que queres e sonha – deem o seu melhor

  38. Os governos publicam que os salários dos professores vão muito bem!
    Vejam só, estão acabando com a profissão PROFESSOR (A), e quando acabar o farão os políticos, como fazer o País crescer com analfabetos funcionais, todos os povos do mundo passarão nas mãos de professores; Os povos sábios, investirão e se tornarão potência, os brasucas, se tornarão comandos.

  39. marcos disse:

    o salario para pofessor na rede estadual de Minas Gerais 24 horas ou 16 aulas semanais e de 1.316inclusa todas as gratificações iste valor e muito pouco. emquanto os deputados prezidiarios ganha sem fazere nada.
    esta governadora bixa Antonia Anastasia fala que a educação do estado e a melhor do País

  40. marcos disse:

    sou professor do estado de Minas Gerais este valor de 1.316
    para um jornada de 24h semanais
    na verdade não dar para a bixa da governadora Antonia pagar os pgs dela por meis mais. tem dar para os professores ter uma vida digina

  41. SOU PROFESSOR DA REDE ESTADUAL EM GOIÁS COMO TEMPORARIO PORQUE O GOVERNADOR DO MEU ESTADO NÃO ABRE CONCURSO E ALÉM DE TUDO ESTOU TRABALHANDO 4° MESES E A SECRETARIA DA EDUCAÇÃO DO ME PAGOU SOMENTE UM MÊS DE SALÁRIO DOS 4 TRABALHADO NÃO PAGOU MEUS VALES TRANSPORTE TÃO POUCO MEU 10° POR ESTA E OUTRAS AFIRMO QUE A EDUCAÇÃO EM GOIÁS É A PIOR DO PAÍS

  42. por ser idealista e amar meus alunos não abandona a profissão, pois tenho uma missão a cumplir fazer cidadãos seres humanos de bém e consciêncentes de seus papeis na sociedade enquanto contigente social.

Deixe o seu comentário